A República de Naggers

Um comentário de Florian Kirner.

Sinta cada terceira „palavra sobre domingo“ ou uma dessas outras contribuições de edificação no rádio e na TV começa com o orador dizendo como ele ou ela se senta por horas diante de uma folha de papel vazia. Eles não conseguem pensar em nada. Depois consultam um conhecido e ele ou ela tem uma ideia brilhante. „Hey“ – diz ele: „Que tal escreveres sobre não te lembrares de nada?“

É assim que se faz. Segue-se uma citação bíblica. Isto descreve como o próprio Jesus estava muito desamparado, à noite, no jardim de Gezemaneh …

Estou na mesma há horas. A situação actual das notícias deixa-me completamente fria. A nova liderança do SPD é suposta ser a queda do mundo, se acreditarem em alguns jornalistas que são particularmente neoliberais. Na realidade, já está claro que pouco mudará. O ousado lutador Kevin Kühnert já está a alertar o seu SPD contra uma „saída precipitada do Groko“. Precoce? Naaaaaaaja.

Entretanto, uma cimeira climática como esta está, uma vez mais, a ter lugar em Madrid. Depois de um ano em que todos falaram e discutiram sobre o clima, haverá mais uma vez conversa e discussão sobre o clima. Enquanto isso, a campeã do mundo ecológico Alemanha tem uma nova usina elétrica a carvão em Datteln, Renânia do Norte-Vestefália, conectada à rede elétrica. É bom termos falado sobre isso.

Oh, Alemanha. A Alemanha está a incomodar, a Alemanha está a resmungar, a Alemanha está a ficar excitada e, como Rainer Mausfeld tão bem diz, está a acumular as suas indignações umas sobre as outras.

Afinal de contas: em Dessau-Wörtlitz, o abate de 8.000 carvalhos foi interrompido após os protestos dos cidadãos. Isso é bom. As despesas de armamento deverão continuar a aumentar.

Assim, este país espirra ao longo e mais uma vez cai de volta ao modo de carro adormecido da era Merkel.

Mas não é assim em Hildburghausen, onde vivo! Lá tivemos agora algumas semanas de „manifestações de segunda-feira“. Os cidadãos reuniram-se nos degraus da Câmara Municipal Velha e expressaram a sua insatisfação.

Exactamente. Deram vazão à sua insatisfação. Eles estavam terrivelmente perturbados com isso e aquilo e tudo e mais alguma coisa. E agora que o fizeram, a maioria deles está terrivelmente desapontada. Finalmente ainda nada mudou e este movimento das novas demos de segunda-feira não se espalhou também já há muito tempo de Hildburghausen de como um incêndio.

Seis, até mesmo sete semanas – e ainda não há massas! E tudo continua na mesma! Está bem, então desistimos e ficamos em casa.

É sempre surpreendente a pouca perseverança das pessoas que fingem querer mexer com o sistema como um todo. O que é que eles esperam? Que os senhores e senhoras no poder decidirão de bom grado despedir-se da sua posição de poder?

E eu não entendo nada disso. Justamente quando os cidadãos indignados tinham anunciado a sua insatisfação, ainda soava como se se tratasse de vida nua, como se o país estivesse à beira da ruína? E agora não era assim tão mau afinal de contas? Estás um pouco desapontado e vais para casa outra vez?

„Os fracos não lutam. A luta mais forte talvez por uma hora. Aqueles que são ainda mais fortes lutam por muitos anos. Mas a luta mais forte de todas as suas vidas. Estes são indispensáveis.“

Foi assim que o Mestre Bert Brecht uma vez falou. E para que você, querido ouvinte, encontre tempo suficiente para se tornar indispensável e para lutar em vez de andar na Internet, por exemplo, vamos acabar com a dose diária de hoje neste momento.

+++
Obrigado ao autor pelo direito de publicar.

+++

Sugestão de imagem: StunningArt / Shutterstock

+++

KenFM se esforça para obter um amplo espectro de opiniões. Artigos de opinião e contribuições de convidados não precisam refletir o ponto de vista editorial.

+++

Gostas do nosso programa? Informações sobre opções de suporte podem ser encontradas aqui: https://kenfm.de/support/kenfm-unterstuetzen/

+++

Agora você também pode nos ajudar com Bitcoins.

BitCoin Endereço: 18FpEnH1Dh83GXXGpRNqNqSoW5TL1z1PZgZK

Hinterlasse eine Antwort