Alguma coisa a dizer? Liberdade para Assange!

John Shipton, não Maria Adebahr.

Um comentário de Bernhard Loyen.

John Shipton está actualmente em Berlim. John quê? Não é realmente surpreendente que muito poucas pessoas, pelo menos no meu ambiente, que mantêm uma relação bastante reduzida com os chamados meios de comunicação alternativos, possam fazer pouco ou nada com este nome.

Há razões pelas quais o nome John Shipton, o pai de Julian Assange, diz pouco a uma percentagem muito grande de alemães. Passei os dias em uma reunião de classe, nascida em 1983, onde duas em cada dez pessoas presentes puderam se dar bem com o nome de Julian Assange.

John Shipton está em Berlim. O filho dele ainda está em perigo agudo. Ele é mantido sob uma arbitrariedade indizivelmente devastadora em condições de prisão que lhe podem custar a vida. Os ouvintes e leitores de KenFM, NachdenkSeiten, Rubikon, RT, NuoViso estão mais do que familiarizados com as circunstâncias, estão em solidariedade com Julian Assange. A sofrer com o pai.

Vamos levar o Abendschau de Berlim e o Tagesschau. Esclarecer ambas as transmissões sobre a possível rotina diária de formação de opinião para milhões de espectadores, ou seja, a possibilidade de informar muito amplamente neste país.

O termo de pesquisa John Shipton na página da mediateca do Berliner Abendschau resulta em – 0 hits. O de Julian Assange, do ano de 2010.

O termo de pesquisa John Shipton na página da mediateca do Tagesschau resulta na seguinte informação: Resultado da pesquisa – a sua pesquisa por „John Shipton“ infelizmente não teve sucesso. Por favor, verifique a sua entrada. (1) Sem comentários.

John Shipton luta como todos os pais pelo seu filho. O Sr. Shipton já estava em Berlim no início de Outubro deste ano. A Deutsche Welle informou, e cito: „O pai de Julian Assange que denunciou as irregularidades: „Ele é um excelente lutador – e eu também sou“. O fundador do Wikileaks está preso na Grã-Bretanha. Seu pai denuncia suas relações com seu filho Julian e pede apoio na Europa – também na Alemanha (2).

Julian Assange está na solitária 22 a 23 horas por dia, a sala de esportes é negado a ele. Ele não tem acesso a computadores. Ele tem direito a duas horas por mês para receber visitas, incluindo, naturalmente, a dos seus advogados.

Repetidas vezes, este seria o destino de uma pessoa na Rússia, na China, na Venezuela, na Bolívia, no Irão, seriam relatórios recorrentes. Julian Assange absteve-se deliberada e deliberadamente de tais notícias em ambos os meios de comunicação social.

Se você entrar os termos Julian Assange/2019 no tagesschau.de, você recebe sete artigos para o ano quase completo. (3) O último dos 19.11. encontra-se uma palavra para as condições de detenção, não. Mas esta avaliação, e cito: „Ele está actualmente a cumprir uma pena de prisão de 50 semanas numa prisão de Londres por violar as condições de fiança. Anteriormente, ele estava esperando na embaixada do Equador em Londres desde 2012, principalmente por medo de ser extraditado da Suécia para os EUA. Sem comentários.

Se o termo Julian Assange for introduzido na página inicial dos partidos que actualmente se encontram no Bundestag alemão, obtêm-se os seguintes resultados:

CDU: 0
DOCUP: 0
OS VERDES: 0
FDP: 0
AFD: 0
ESQUERDA: 51 (4)

Não é, portanto, surpreendente que ontem, quarta-feira, membros do partido DIE LINKE tenham acompanhado John Shipton a dois eventos em Berlim. A primeira teve lugar às 12:00 horas na Pariser Platz, no Portão de Brandenburgo. Depois de breves discursos, incluindo palavras de John Shipton, a escultura Anything to say? do artista italiano Davide Dormino foi revelada em Berlim pela segunda vez depois de 2015 (5). Ele mostra os três personagens sinceros Chelsea Manning, Edward Snowden e Julian Assange (6).

Citação: „O governo alemão deve agora tomar a iniciativa de salvar a vida do fundador do Wikileaks, Julian Assange. Se o Governo Federal quiser levar a sério a sua orientação para uma política externa baseada em valores, o Ministro dos Negócios Estrangeiros Heiko Maas é convidado a apelar ao Governo britânico para que transfira rapidamente Julian Assange para um hospital“, explica Sevim Dagdelen, membro da Comissão dos Assuntos Externos do Bundestag alemão em nome do grupo parlamentar DIE LINKE, por ocasião da carta de mais de 60 médicos dirigida ao Governo britânico, na qual se pede a transferência de Julian Assange da prisão de alta segurança de Belmarsh para um hospital universitário, sob pena de a sua vida correr perigo. Dagdelen continua: „É uma vergonha para todo o mundo ocidental que Julian Assange seja aparentemente torturado até a morte numa prisão britânica de segurança máxima. Não aqueles que tornam públicos os crimes de guerra, mas aqueles que cometem ou encobrem crimes de guerra pertencem atrás das grades.“

Relativamente a estas palavras, realizou-se ontem à noite uma audição pública do grupo parlamentar DIE LINKE, intitulada: „Meios de comunicação social sob fogo. Campanha contra o WikiLeaks e o jornalismo de investigação“ teve lugar no Bundestag alemão (7). A gravação do evento, com saudações de Edward Snowden e uma mensagem em vídeo de Daniel Ellsberg, está ligada (8).

Qual é a posição do Governo Federal sobre o escândalo Julian Assange? Na Conferência de Imprensa Federal de 25 de novembro de 2019, surgiu o seguinte diálogo entre a jornalista da RT Deutsch e a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Maria Adebahr (9):

Pergunta: Senhora Deputada Adebahr, perguntei-lhe da última vez se o Ministério Federal dos Negócios Estrangeiros conhece agora os relatórios e declarações do Enviado Especial das Nações Unidas para a Tortura, que afirmou que, na sua opinião, Julian Assange está sujeito a tortura. Na sua opinião, os EUA e a Grã-Bretanha também violam a Convenção contra a Tortura neste contexto. Tanto o seu colega como o senhor deputado Seibert tinham dito que esta informação ainda não tinha chegado ao Governo federal. Foi tudo há um mês.

Resposta: Gostaria de dizer que temos total confiança no sistema judicial britânico, que está a tratar este caso de forma independente e em conformidade com o Estado de direito, com todas as suas facetas.

Pergunta: Mas eu perguntei se o Governo Federal tem as declarações do Relator Especial da ONU sobre tortura com a declaração correspondente sobre a tortura de Assange e como estas são avaliadas pelo Governo Federal.

Resposta: A minha resposta a esta questão é que temos confiança no poder judicial britânico, que certamente considerará todos os aspectos que vierem a lume neste caso como constitucionais e independentes.

O que acha da Sra. Adebahr? Um conhecido disse muito bem: Você sabe que o desprezo é a rainha da rejeição. Mas isso não é de modo algum suficiente para o comportamento do governo alemão, dos políticos eleitos, dos assistentes dos ministérios. Ouviu recentemente uma sentença do nosso Chanceler sobre o caso de Julian Assange? Uma oferta para libertar esta pessoa dos seus tormentos? Humanidade. A auto-imagem do respeito.

O jornalista australiano John Pilger, que trabalha há anos para o seu amigo Julian Assange, publicou um artigo emotivo em 24 de Novembro (10). As Páginas de Reflexão a publicaram traduzida para o alemão (11). A Sra. Adebahr devia tomar nota, lê-la em paz, encorajar a reflexão. O artigo termina com as seguintes frases, citação:

Sempre que visito Julian no sombrio e surrealista mundo da prisão de Belmarsh, lembro-me da responsabilidade que temos de o defender. Neste caso, estão em jogo princípios universais. Ele próprio gosta de dizer: „Isto não é sobre mim. É sobre muito mais.“ Mas no centro desta notável batalha – e é isso que é acima de tudo: uma batalha – está uma pessoa cujo carácter, repito, mostrou a mais espantosa coragem. Curvo a cabeça diante dele.

Coragem é uma palavra que os responsáveis, aqueles que podem fazer a diferença neste país, não, devem ter perdido há muito tempo o seu vocabulário. A mídia pública clássica continua em silêncio sobre John Shipton, as provações que seu filho tem que suportar.

Maria Adebahr deve simplesmente permanecer em silêncio.
John Shipton terá a sua palavra a dizer.

Fontes:

  1. https://www.tagesschau.de/suche2.html?query=John+Shipton
  2. https://www.dw.com/de/vater-von-julian-assange-er-ist-ein-sehr-guter-k%C3%A4mpfer-und-ich-auch/a-50682889
  3. https://www.tagesschau.de/suche2.html?query=Julian+Assange+2019&sort_by=date
  4. https://www.die-linke.de/suche/?id=3663&tx_kesearch_pi1%5Bsword%5D=Julian+Assange&tx_kesearch_pi1%5Bpage%5D=1&tx_kesearch_pi1%5BresetFilters%5D=0&tx_kesearch_pi1%5BsortByField%5D=&tx_kesearch_pi1%5BsortByDir%5D=asc
  5. http://www.anythingtosay.com/content/
  6. https://www.youtube.com/watch?v=juqsS23I8Lg
  7. https://www.sevimdagdelen.de/event/oeffentliche-anhoerung-medien-unter-beschuss-mit-mdb-sevim-dagdelen/
  8. https://www.youtube.com/watch?v=nm7tVDPLUOA
  9. https://www.youtube.com/watch?v=nbpS4mowmyo
  10. https://consortiumnews.com/2019/11/24/john-pilger-the-lies-about-assange-must-stop-now/
  11. https://www.nachdenkseiten.de/?p=56688

+++
Obrigado ao autor pelo direito de publicar.

+++

Dica de imagem: Screenshot YT 28.11.2019

+++

KenFM se esforça para obter um amplo espectro de opiniões. Artigos de opinião e contribuições de convidados não precisam refletir o ponto de vista editorial.

+++

Gostas do nosso programa? Informações sobre opções de suporte podem ser encontradas aqui: https://kenfm.de/support/kenfm-unterstuetzen/

+++

Agora você também pode nos ajudar com Bitcoins.

BitCoin Endereço: 18FpEnH1Dh83GXXGpRNqNqSoW5TL1z1PZgZK

Hinterlasse eine Antwort